fevereiro 13, 2020

[Resenha] O Canto Mais Escuro da Floresta

Finalmente um livro que prendeu minha atenção desde o início e ao mesmo tempo que eu queria ler, não queria que terminasse. É o fim da minha ressaca literária *comemora* (assim espero).
Sinopse: Hazel e seu irmão, Ben, moram em uma cidade onde humanos e fadas convivem. A magia aparentemente inofensiva desses seres atrai turistas de todas as partes, que querem ver de perto as maravilhas do lugar e, principalmente, o garoto de chifres e orelhas pontudas que descansa em um caixão de vidro. Hazel e Ben eram fascinados pelo garoto quando crianças. Mas, à medida que crescem, as histórias e teorias que inventavam perdem o encanto. Eles sabem que o garoto de chifres nunca acordará... Até que um dia ele acorda. Agora, os irmãos precisam se tornar os heróis que fingiam ser em suas brincadeiras e desvendar os mistérios que envolvem aquele príncipe com chifres. (Fonte: Skoob)
O desenvolvimento do livro começou lento, mas nem por isso deixou de ser instigante.
"Fairfold era um lugar estranho. Adormecido no meio da floresta de Carling, a floresta mal-assombrada, repleto do que o avô de Hazel chamava de Verdes e a mãe de Eles Mesmos ou o Povo do Ar. Nestas matas, não era estranho ver uma lebre nadando — embora lebres não saibam nadar — ou flagrar um veado transformando-se em uma menina correndo num piscar de olhos." P.14

fevereiro 06, 2020

[Sessão Pipoca] Arquivo X - Temporada 6

De longe uma das minhas temporadas favoritas. Acho que mesmo depois de rever a série toda, e me apaixonar um pouquinho mais por outras temporadas, o estilo mais hollywoodiano e a variedade dos casos investigados nessa temporada tem o meu coração.

Com o filme (ler resenha) somos apresentados a uma nova abordagem sobre a vida alienígena. Todos os humanos compartilham uma parte do DNA com os extraterrestres e alguns deles estão interessados em usar corpos humanos como casulos para gerar novos aliens.

Apesar de os Arquivos X terem sido reabertos, Scully e Mulder foram transferidos para outro departamento e fazem agora um trabalho mais braçal. Mas, mesmo longe dos Arquivos X, casos bizarros continuam na rotina dos agentes. Mesmo que seja necessário um esforcinho básico.
 
O meu episódio preferido da série toda (pelo menos é um dos que eu mais assisto e não me canso) é Como os Fantasmas Estragaram o Natal (S06E06). Ver os dois agentes presos em uma casa mal assombrada e a reação de cada um com os acontecimentos não tem preço.

janeiro 30, 2020

[Lista] Promessas para 2020

Não poderia terminar o primeiro mês de 2020 sem minha listinha com as coisas que eu pretendo fazer esse ano. Depois de ter conseguido cumprir praticamente todas as metas que me propus ano passado, [Recapitulando - Promessas 2019], em 2020 quero manter muitas das metas estipuladas e aumentar um tiquinho a lista.

Vamos às metas:

Manter o Mente Hipercriativa e o Universo Invisível, atualizados.
O incentivo de vocês comentando foi fundamental para manter minha motivação. Espero manter o ritmo de publicações no Mente Hipercriativa nesse ano para recompensar vocês com ainda mais postagens escritas com carinho. E tem mais! Estou trazendo de volta a atividade no meu blog Universo Invisível. Ainda não sei qual será a frequência de postagens, mas tem texto lá esperando a visita de vocês!

Ler mais
Eu pensei numa meta de 100 livros, mas serviria só para me decepcionar. Estou focando em 24, mas se conseguir passar dos 11 do ano passado (contando as releituras), já estarei feliz! Meu problema é que quando eu gosto muito do livro não quero que ele termine ou às vezes não gosto e fico enrolando para ler. Isso atrasa muito a meta...hahaha

Escrever mais
Ah, preciso! Tenho escrito muito pouco apesar do bom trabalho que fiz ano passado no blog e na minha fanfic da família Lupin. Esse ano quero produzir mais. Tanto fanfics quanto autorais.

janeiro 23, 2020

[Resenha] O Quebra-Nozes

Finalmente voltando à atividade no blog com a primeira postagem do ano e não tinha forma melhor de começar do que com uma resenha! O livro escolhido já esteve aqui na coluna ‘Li até a página 100’ e foi minha última leitura de 2019. Um livro que tem tudo a ver com o Natal e vai muito além do balé.
Sinopse: É véspera de Natal. Marie se encanta, dentre todos os presentes, por um quebra-nozes em formato de boneco. Ela o acomoda o novo amigo no armário de brinquedos – mas, à meia-noite, ouve estranhos ruídos. Aterrorizada, vê seu padrinho, o inventor Drosselmeier, sinistramente acocorado sobre o relógio de parede, e um exército de camundongos invadindo a sala, comandado por um rei de sete cabeças! Contra eles, os brinquedos saem do armário e põem-se em formação. Têm uma grande batalha pela frente, sob as ordens do Quebra-Nozes (Fonte: Skoob)
A edição da Zahar que eu li conta com uma apresentação da história escrita por Priscila Mana Vaz, pesquisadora especialista em contos de fadas mestre e doutoranda em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense e duas traduções do conto. A original do escritor alemão E.T.A. Hoffmann e a tradução com pequenos acréscimos de Alexandre Dumas.

dezembro 31, 2019

[Recapitulando] Promessas de 2019

Na última postagem do ano quero trazer de volta a primeira e ver o que se realizou das minhas metas e o que fiquei devendo. Já adiantando um spoiler, muita coisa virou realidade. Esse ano estipulei metas simples, que dependessem muito mais de mim do que dos outros, mas que ao serem realizadas trariam movimento para minha vida estagnada e uma satisfação por realizar tais feitos. 

Claro que tenho ambições maiores, mas por exemplo, colocar como meta fazer sucesso com a publicação de um livro, dependeria mais da divulgação e dos leitores do que de mim. Prefiro ficar em escrever e publicar, porque são metas mais realistas. Inclusive recomendo estabelecer metas realistas como forma de motivação! Em 2020 terei uma nova listinha!

Essas foram as promessas de 2019:

  • Manter o blog atualizado

Comparado com as 11 postagens do ano passado, acho que as 36 publicadas esse ano não deixam dúvidas que consegui manter o blog mais atualizado. Não foram tantas quanto eu queria, mas a obrigação de escrever alguma coisa às vezes acaba transformando o hobbie de ter um blog em sofrimento, e de jeito nenhum quero isso.

  • Ler mais

dezembro 25, 2019

[Hoje é dia...] de Natal!

Já publiquei postagens sobre o significado dos símbolos natalinos, (árvore, presépio, cartões e luzes). Sobre a decoração das vitrines em Londres (2015) e Nova Iorque (2013, 2014, 2015) e dicas para fazer seus próprios enfeites (lista 1 e lista 2), mas hoje meu presente para vocês é diferente. Depois de muito tempo em hiatus, resolvi voltar a publicar no Universo Invisível. Comecei com um texto pequeno, só para inspirar os próximos que espero publicar! Estão todos convidados para ler e não se esqueçam de comentar! O retorno de vocês é sempre muito importante para mim!

Acessem: Viagem de Natal

No mais, agradeço o carinho que tiveram comigo esse ano acompanhando o  
Mente Hipercriativa e desejo um FELIZ NATAL para vocês!
Photo by Chris Sowder on Unsplash

dezembro 18, 2019

[Li até a página 100 e...] #16

Criado pelo blog Estante Lotada (antigo: 'Eu leio, eu conto'), Li até a página 100 e..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página.

Eu estou lendo: O Quebra-Nozes (Ver no Skoob)

Primeira frase da página 100:

"A rainha animada, com seus elogios, concentrava-se nessa importante ocupação e as primeiras gotas de gordura caíam cantando sobre o carvão, quando uma vozinha trêmula se fez ouvir."

Do que se trata o livro? 
É véspera de Natal. Marie se encanta, dentre todos os presentes, por um quebra-nozes em formato de boneco. Ela comoda o novo amigo no armário de brinquedos – mas, à meia-noite, ouve estranhos ruídos. Aterrorizada, vê seu padrinho, o inventor Drosselmeier, sinistramente acocorado sobre o relógio de parede, e um exército de camundongos invadindo a sala, comandado por um rei de sete cabeças! Contra eles, os brinquedos saem do armário e põem-se em formação. Têm uma grande batalha pela frente, sob as ordens do Quebra-Nozes.

O que está achando até agora?
Como o início do livro tem uma parte bem detalhada sobre a origem da história e do ballet, o conto só começa depois da página 20, então ainda acho um pouco cedo para tirar conclusões. No entanto, a trama está me envolvendo.

O que está achando dos protagonistas?

dezembro 05, 2019

[Marca Texto] #4

Li num Livro...
Me marcou...
Quero compartilhar...

Continuando com a coluna sobre trechos marcantes em livros, filmes ou séries, hoje trouxe para vocês mais uma vez o livro Adormecida que eu nem gosto tanto assim.... (hahaha, imagina). Desde já gostaria de lembrar desde já que eu não escrevo nos meus livros, "marca-texto" é apenas uma expressão para trechos que me marcaram (quem quiser ler outras postagens acesse: Marca-Texto).

Foi uma das melhores releituras que fiz esse ano, e para dizer a verdade já estou com vontade de ler de novo. Não acho que seja apenas por conta da história, que é muito boa, mas sim por minha identificação com a personagem principal. Além de ter sempre me sentindo uma idosa presa no corpo de uma jovem, a forma como ela se comporta lembra muito o jeito que eu sou.

Então, vamos aos trechos...
Tinha quase 80 anos com apenas dezesseis. Nunca passei tanto tempo em estase. Ninguém havia passado. Até mesmo os astronautas e colonizadores, quando estavam a caminho de outros planetas, eram ressuscitados uma vez por mês, para evitar a fadiga estase. (Pág. 14)