janeiro 26, 2011

Eu, eu mesma e a televisão

Engraçado. Notei a pouco tempo que já publiquei muitos textos nesse blog, falando sobre vários assuntos. Mas nunca publiquei nada falando sobre mim. Bem, não sei se a minha vida daria um post... Talvez um dramalhão mexicano... Quem sabe... Resolvi então fazer algo diferente, que vai dar uma ideia de quem eu sou do mesmo jeito... Mas de um jeito diferente... Entenderam? Acho que lendo o texto vocês vão entender.
__________________________________________________

Minha infância

Nasci no início da década de 80. Ainda bebê passava minhas tardes com meus colegas também bebês em um quarto cheio de brinquedos e muita imaginação. Uma babá muito legal tomava conta da gente e nós gostávamos muito dela. Essa turma atendia pelo nome de Muppet Babies.

Já um pouco maior, eu fiquei amiga de uma menina que foi adotada por um senhor viúvo, Punky era o nome dela. Também tinha um menino na nossa vizinhança que só aprontava o nome dele era Dennis, conhecido como “o pimentinha”. Ele não era fácil.

Durante minhas férias costumava ir para o grande bosque e foi onde euconheci outros amigos. Pooh, Leitão, Tigrão, Abel e Bisonho. Quando não ia pra lá, eu passava as férias na casa do pato mais rico de Patópolis onde com o Huguinho, Zezinho, Luizinho e a Patrícia, vivímos grandes aventuras. Éramos caçadores de aventuras. Às vezes o tio Patinhas ia com a gente e quem pilotava era o capitão Boing. Ele sempre foi muito desastrado, mas de longe é um dos melhores pilotos que eu já conheci.  

Com um passarinho vermelho e azul aprendi algumas traquinagens, mas que eu nunca coloquei em prática e com uma dupla de gato e rato aprendi que a amizade pode estar onde menos esperamos. 

Eu estava me tornando uma mocinha e enquanto isso, conheci outra pessoa muito especial, ou melhor 4 pessoas, por quem eu tenho muito carinho e admiração até hoje.

Muita coisa eu aprendi com o Didi, o Dedé, o Muçum e o Zacarias. Sinto um aperto no coração ao pensar que os dois últimos já se foram pro palco do céu, mas fico alegre ao pensar em tudo que fizemos juntos. Trabalhamos em um circo, viajamos pelo país inteiro em busca de água pro sertão, resgatamos uma bebê, salvamos um orfanato, morremos, conhecemos Jesus e Nossa Senhora, e o anjo caído, mas depois ressuscitamos!

Nós também enfrentamos fantasmas em busca de um tesouro escondido em um castelo, deu medo, mas foi muito divertido, como sempre. Teve até uma vez em que os quatro se casaram, foi festa na cidade interia. Ah, também enfrentamos monstros! Mas eles eram bem amigáveis! Teve uma vez que o Didi resolveu se fazer de Hobin Hood e deu muita confusão e depois fomos parar em uma floresta onde existia uma fonte da juventude, e o Didi voltou a ser criança! Como a gente se divertiu.

Com o tempo as coisas começaram a mudar... Eu estava me tornando uma adolescente... Mas vou deixar isso pra outro post... Vou aproveitar pra passar um tempo com essas lembranças da minha infância. Até breve “da poltrona”!

2 comentários:

Agradeço muito a sua visita! Deixe um comentário!
- Todos os comentários, sem exceção, são respondidos. Clique em "Notifique-me" e fique de olho.

- Atenção:
Ao comentar você concorda com as políticas de comentários do blog. Saiba mais: Políticas de Comentários.

Obs: Os comentários dos leitores não refletem a opinião do blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...