outubro 07, 2013

[Curiosidade] Time-Turner, o vira-tempo

 “I mark the hours, every one. Nor have I yet outrun the sun.
My use and value unto you, are ganged by what you have to do.”
Tr. Livre: “Eu marco as horas, todas elas. Nem tenho que correr mais que o sol. Meu valor está avaliado por aquilo que você fizer.”
Poucas semanas atrás, eu publiquei aqui no blog algumas novidades sobre um dos meus personagens preferidos da série Harry Potter, Remus Lupin, publicadas no Pottermore (ler o post). São novidades que a JK Rowling não colocou nos livros, e decidiu divulgar agora.

Enquanto espero mais novidades sobre ele, e outros personagens, decidi falar sobre um dos objetos mágicos que eu mais gosto: o vira-tempo (time-turner, no original). Não que eu queira voltar no tempo, mas desde criança sou fascinada pelo tema: viagem no tempo e as consequências que ela pode trazer. Não é à toa que eu sou fã da trilogia “De Volta para o Futuro”. Há um post sobre a trilogia aqui no blog (ler post).

Bom, o vira-tempo apareceu pela primeira vez no livro Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban e foi usado pela Hermione para conseguir acompanhar todas as disciplinas oferecidas em Hogwarts. Não foi fácil ela conseguir um. O Ministério da Magia tem controle sobre eles e a professora McGonagall teve que escrever muitas cartas para que o uso do mesmo fosse liberado à aluna. O motivo para tanto controle é que as consequências de seu uso indevido podem ser muito sérias. Muitos bruxos acabaram matando seus outros “eu” por engano ou por não entenderem como eles eram capazes de encontrar consigo mesmo.

O uso do artefato é muito simples, para cada giro no vira-tempo a pessoa volta um hora no tempo. A viagem, porém, é limitada. O professor Saul Croaker, estudou o fenômeno em toda sua carreira no Departamento de Mistérios e chegou à algumas conclusões:
  • O tempo máximo para se voltar no tempo sem prejuízo ao viajante ou ao tempo é em torno de 5 horas. É possível colocar simples feitiços de Reversão do Tempo, que são instáveis e se beneficiam pela contenção, em pequenas ampulhetas encantados que podem ser penduradas no pescoço do bruxo e giradas de acordo com o número de horas desejadas.
  • Todas as tentativas de voltar no tempo por mais do que algumas horas terminou em catástrofe para o bruxo ou a bruxa envolvido. Eles nunca sobreviviam. Os experimentos foram abandonados desde 1899 quando Eloise Mintumble ficou presa por um período de 5 dias em 1402. Seu corpo envelheceu 5 séculos quando ela retornou e o dano foi irreparável. Ela acabou morrendo em St. Mungo’s um pouco tempo depois de ter voltado. Além disso, o que ela fez nesses 5 dias causou tanto distúrbio em seus antepassados que nada menos que 25 dos seus descendentes simplesmente desapareceram. Literalmente deixaram de nascer.
  • Os dias que se seguiram ao retorno de Madame Mintumble, tiveram discrepâncias temporais. A terça-feira seguinte durou dois dias e meio, enquanto a quinta-feira teve apenas 4 horas. O Ministério da Magia teve muitos problemas para esconder esse problema e desde então as leis de viagem no tempo se tornaram mais estritas e as penalidades mais severas.
JK Rowling admite que acabou criando problemas ao criar a possibilidade da viagem no tempo, mas ela não se arrepende e acabou resolvendo a questão em estágios. Primeiro Hermione e Dumbledore enfatizaram o quanto é perigoso, depois Hermione teve que devolver o vira-tempo que ela usou. Ainda, ela destruiu todos os vira-tempos restantes na batalha no Departamento de Mistérios.

“Esse é só um exemplo de como quando se escreve uma fantasia, deve-se ser cuidadoso com o que se inventa. Para cada benefício, há uma desvantagem”. - JK Rowling

11 comentários:

  1. Realmente fazer um objeto que pode voltar no tempo (ou até avançar) é uma coisa muito complicada. A possibilidade de poder alterar o tempo pode ter um monte de falhas, dependendo do modo como a pessoa faz. Tipo naqueles filmes que a pessoa vê o futuro, eu to lendo Linhagens, e nesse livro tem uma pessoa que pode prever o futuro, só que ele vê todas as possibilidades de futuro, tanto as que não acontecerão como as que vão acontecer (sem saber qual é qual). Eu achei isso genial, porque se você pudesse ver o futuro com certeza ia conseguir alterar ele.

    O vira-tempo sem confundiu a minha cabeça, tenho vontade de ler os livros principalmente pra saber mais sobre ele. Só o seu post já me despertou muito interesse. Só não entendi uma coisa: porque a Hermione precisava do vira-tempo para acompanhar as aulas e os outros alunos não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Histórias que lidam com viagem no tempo são muito difíceis de controlar, e mesmo a trilogia "De Volta para o Futuro" teve alguns detalhes omitidos porque eles acharam que eles confundiriam os telespectadores.
      Nossa, complicado a trama desse livro. Gostei! :)

      Leia sim!!
      É que no terceiro ano de Hogwarts, além das disciplinas obrigatórias comuns à todos, os alunos podem escolher algumas opcionais pra fazer, e é claro a Hermione quer fazer todas. Só que algumas aulas são ministradas no mesmo horário e só voltando no tempo pra poder acompanhar!

      Excluir
    2. É um dos objetos mais fascinantes da série. Confesso que quando apareceu na saga, fiquei super empolgada com a ideia de voltar no tempo, isso seria a solução pra tudo. Mas é então o assunto foi sumindo e dificilmente o vira-tempo é mencionado nos outros livros. Mas se tornou um dos objetos mais queridos pelos fãs. Um dia desses estava na promoção e quando eu fui comprar tinha acabado o estoque :(
      Bom, quero dizer que adorei seu post!!!

      Bjs
      http://pensandoemlivro.blogspot.com.br/

      Excluir
    3. Oi Amanda;
      Pois é, acho que a JK podia ter falado mais sobre ele.
      Também gosto muito, mas não tenho... depois que uma amiga me deu um "pomo de ouro", este virou meu objeto favorito. Ainda mais depois do último livro! :)
      Fico feliz que tenha gostado!

      Beijusss;

      Excluir
  2. Vi algumas pessoas que usaram esse argumento para dizer que a JK falhou ao citar o vira-tempo. Só que desde que li sobre ele pela primeira vez é falado dos perigos na mudança do tempo.

    Muitoooo bom o seu texto Helaina!
    ;)
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que foi uma boa. Só faltou ela dar mais detalhes de porque ele não poderia ter sido usado para impedir a primeira ascensão do Voldemort. Agora ela fez isso pelo pottermore.
      Viajem no tempo é um assunto bem complicado e quem se dispõe a colocá-lo em uma história precisa pensar em todas as consequências possíveis e imagináveis.

      Fico muito feliz que você tenha gostado!
      Beijusss;

      Excluir
  3. O que eu não entendo é o fato que eu ouvi de alguns amigos que um vira-tempo só pode ir 24 horas no passado(não mais que isso) mas está escrito na análise do Professor do Departamento de Mistérios isso:

    ''Os experimentos foram abandonados desde 1899 quando Eloise Mintumble ficou presa por um período de 5 dias em 1402.''

    Ué? Como ela conseguiu desavançar tanto tempo no passado se os vira-tempos só podem, supostamente, voltar até 24 horas no tempo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. No terceiro livro e na história contada sobre o vira-tempo foi o que deu à entender. Mas agora a JK coloca essas informações no Pottermore. Ela só pode estar querendo colocar lenha na fogueira. Talvez ela tenha algum plano em mente. Ou talvez só tenha querido confundir a gente. Vai saber! :)

      Beijusss;

      Excluir
  4. O Vira tempo resolveria todos os problemas da saga. Ser perigoso não impediu de Hermione usa-lo um ano inteiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... Não teria sido mais fácil impedir a Hermione de usá-lo e ensiná-la que a vida é feita de escolhas?

      Mas isso nos leva ao problema abordado nesse post: http://hipercriativa.blogspot.com.br/2016/06/curiosidade-o-prisioneiro-de-azkaban-e.html

      Excluir

Agradeço muito a sua visita! Deixe um comentário!
- Todos os comentários, sem exceção, são respondidos. Clique em "Notifique-me" e fique de olho.

- Atenção:
Ao comentar você concorda com as políticas de comentários do blog. Saiba mais: Políticas de Comentários.

Obs: Os comentários dos leitores não refletem a opinião do blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...