novembro 16, 2010

Por que o brasileiro lê pouco? - Superinteressante

Além de a leitura não vir de casa, a escola mais atrapalha que ajuda
por Raphael Soeiro - Superinteressante

Fiquemos com a resposta da maior autoridade no mundo, a Unesco. Para o setor da ONU que cuida de educação e cultura, só há leitura onde: 1) ler é uma tradição nacional, 2) o hábito de ler vem de casa e 3) são formados novos leitores. O problema é antigo: muitos brasileiros foram do analfabetismo à TV sem passar na biblioteca. Para piorar, especialistas culpam a escola pela falta de leitores.

"Os professores costumam indicar livros clássicos do século 19, maravilhosos, mas que não são adequados a um jovem de 15 anos", diz Zoara Failla, do Instituto Pró-Livro. "Apresentado só a obras que considera chatas, ele não busca mais o livro depois que sai do colégio." Muitos educadores defendem que o Brasil poderia adotar o esquema anglo-saxão, em que os clássicos são um pouco mais próximos, dos anos 50 e 60, e há menos livros, que são analisados a fundo. Mas aí teria de mudar o vestibular, é isso já é outra história.

Instituto Pró- Livro, ANL, Centro Regional para el Fomento del Libro en América Latina, el Caribe, España y Portugal (Cerlalc).

Eu concordo penalmente com a reportagem. Infelizmente no nosso país ler nunca foi uma tradição. Não sei se por causa da necessidade do brasileiro de estar sempre em movimento ou talvez seja o calor (confesso que mesmo sendo uma leitora voraz quando a temperatura passa dos 30°C, ler fica um tanto difícil), mas coisa rara é ver alguém lendo ou comentando sobre o que leu. E isso é triste.

Sem a leitura não perdemos só a capacidade de imaginar. Pelo que lemos nos tornamos capazes de resolver situações do dia a dia através de uma análise mais lógica da mesma. A leitura é capaz de desenvolver de forma incrível nossa capacidade cerebral. Imagino que porque ao ler alguma coisa nos é exigido não apenas armazenar o que estamos lendo, mas sim receber e processar, com atenção, o texto para podermos entender o que está escrito.

Ao ler, não somos passivos no ato de receber informações, mas de acordo com nossas experiências de vida cada um interpreta um texto de forma completamente diferente. Isso enriquece as relações sociais ao dar embasamento aos argumentos que cada um usa para defender o seu ponto de vista.

Em relação aos pais o autor também tem toda razão. Os pequenos além de terem contato com livros precisam ver as pessoas que lhes servem de exemplo lendo. Não adianta encherem os filhos de livros se eles nunca virem seus pais lendo. Já notaram que a maioria dos pais que tem filhos que não comem verduras admitem também não se encantam pelas delícias vegetais? Por mais que os adultos tentem ensinar lições às crianças, é pelo exemplo que elas mais aprendem.

A formação de novos leitores realmente é um dilema. Eu que AMO ler não li metade dos livros indicados na escola. Ou por serem chatos (livros muito distante da realidade de uma criança/adolescente dificilmente vai atraí-lo), obrigatórios, em grande quantidade, ou mesmo não faziam o meu gênero. Mas quando se é obrigado a ler tanta coisa que não gosta, ler passa a ser uma experiência ruim que gera algo semelhante a um trauma que vai perseguir o leitor cada vez que ele abrir um livro.

É importante que essa situação passe a ser encarada como um problema ou logo não seremos mais capazes de resolvermos nossas diferenças sem recorrer a violência. Não adianta obrigar as cidades a possuírem bibliotecas. É preciso ENSINAR as pessoas a ler. Aqueles que realmente APRENDEM normalmente terminam apaixonados e fazem da leitura um hábito.
Foto: Google

3 comentários:

  1. Teu blog está muito bom. Parabéns. Gostei do post querida.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esse post. Concordo com esses pontos de vista. Tive uma professora de portugues no ensino fundamental que pedia para agente levar livros que gostassemos para emprestarmos uns aos outros e para lermos simplesmente se quisessemos ou tivessemos vontade, e o pessoal lia mesmo, pois pegavam soh o que queriam e quando queriam. Muito legal!
    Parabens pelo blog, e desculpe-me pelos erros de acentuacao, porque o pc ta desconfigurado.
    Abracos,
    Lucas (CCAA).

    ResponderExcluir
  3. Paulo: Que bom que gostou!! Obrigada pelo comentário! Volte sempre! Abraços;

    Lucas: Que bom que gostou também! Realmente a pior coisa a se fazer é forçar alguém a ler o que não lhe interessa na tentativa de criar o hábito de leitura... o certo é primeiro criar o hábito para depois a pessoa ler de tudo! ^^
    Muito boa essa iniciativa dessa sua professora!!
    Obrigada pelo comentário! Volte sempre!! Não se preocupe com isso...
    Abraços;

    ResponderExcluir

Agradeço muito a sua visita! Deixe um comentário!
- Todos os comentários, sem exceção, são respondidos. Clique em "Notifique-me" e fique de olho.

- Atenção:
Ao comentar você concorda com as políticas de comentários do blog. Saiba mais: Políticas de Comentários.

Obs: Os comentários dos leitores não refletem a opinião do blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...